Vamos falar de planejamento para 2013… (parte 2) – Adm. Hélio Alessandro Ribeiro

Adm. Hélio Alessandro Ribeiro

Como numa empresa nossa vida também demanda ser planejada para que possamos alcançar os objetivos desejados, mas como fazer esta atividade?

A atividade é relativamente simples se for bem estruturada e com o envolvimento de todos os familiares. Portanto lápis e papel na mão para que tudo seja registrado, pois o planejamento na cabeça não funciona, é uma desculpa de quem sabe que precisa planejar e não faz esta atividade.

1º passo – Descrever todas as despesas mensais: água, energia, telefone, celular, internet, TV a cabo, escola, compras de supermercado, padaria, tarifas bancárias, juros bancários, mesada das crianças, roupas, lanches fora de casa, diversão, academia, financiamentos (casa, carro, móveis, eletrodomésticos), condomínio, salão de beleza, corte de cabelo, clube e as demais que aparece todos os meses para pagar.

2º passo – Descrever as despesas esporádicas: viagens, IPTU, IPVA, presentes, dia das mães, dia dos pais, dia das crianças, natal, material escolar, manutenção do carro, reparos necessários para a casa e faça uma análise se tem mais algo a acrescentar na sua lista de contas a pagar.

3º passo – após descrever todas as suas despesas, você pode se deparar numa situação do tipo “como consigo pagar tudo isso?”, pois bem, então pare diante destas despesas e faça uma reflexão sobre seus gastos junto com toda a família. Lembre-se pequenas economias mensais podem somar uma boa quantia no final do ano e pode ser direcionada para investimentos.

4º passo – faça uma tabela e coloque na coluna da esquerda as contas a pagar e no cabeçalho os meses do ano (janeiro, fevereiro, março, abril, maio, junho, julho, agosto, setembro, outubro, novembro,  dezembro e TOTAL), coloque os valores em todos os meses que irá ocorrer a necessidade de pagamento e some cada linha e, coloque o valor na coluna TOTAL), também faça uma linha de TOTAL para cada mês e faça a soma de cada mês que você necessita para pagar suas contas. Exemplo tabela abaixo:

5º passo – descreva seus ganhos (salários, 13º, férias, comissões, trabalhos extras e outros), coloque na linha abaixo de “Total mês” os valores conforme a previsão de ganho.

6º passo – na linha resultado subtraia o valor da receita do mês pelas despesas total do mês.

7º passo – faça uma análise crítica pessoal sobre seus gastos e suas receitas e, verifique o que pode ser reduzido, veja o que pode fazer para melhorar seus ganhos e, em seguida converse com toda a família, pois, uma economia na família, no valor de R$ 30,00 por mês, significa R$ 360,00 de economia num ano…..

8º passo – veja que até aqui, simplesmente, descrevemos as receitas e as despesas (e a maioria das pessoas não fazem, e por pior que pareça muitas empresas também não o fazem), mas afinal, quais são seus objetivos para o ano de 2013? E para os próximos 5 anos? E quando se aposentar? Agora escreva (escreva mesmo) seus objetivos para este ano, para os próximos 5 anos e para quando se aposentar e, verifique se na sua condição atual será possível alcançar seus objetivos. Se for, faça o planejamento de aplicar seus recursos para que no momento oportuno conquiste seu objetivo, se não for possível, verifique se seus objetivos não estão irreais, ou se através de ajustes poderá alcançá-los.

9º passo – se agora já conhece melhor e sabe o que fazer, deixe seu planejamento perto da cabeceira da sua cama e o avalie semanalmente, de maneira que vá contabilizando os valores para acompanhar seu planejamento. Esta atividade é fundamental para corrigir os desvios ou redirecionar seu planejamento, pois como tudo na vida, diante de um cenário diferente, vamos atuar para obter os melhores resultados, e mensalmente faça uma reunião com a família para discutir o planejamento.

10º passo – ensine seus filhos e familiares a poupar para conquistar um objetivo. Como na natureza, primeiro é necessário plantar, regar, cuidar, florescer, dar frutos e assim colher.

11º passo – diferença entre um ativo e um passivo… no livro Pai Rico Pai Pobre, o autor descreve de maneira bem simples o que é um ativo e um passivo, e talvez você irá se surpreender com seus conceitos atuais. ATIVO – tudo aquilo que coloca dinheiro no seu bolso. PASSIVO – tudo aquilo que tira dinheiro do bolso.

Então avalie seus ativos e passivos e tenha um ano de 2013 bem planejado e com acompanhamento. Grande abraço e tenha atitude para com a vida, tenha atitude para com Deus, busque entender Cristo como Senhor e Salvador da sua vida.

Deixe uma resposta

Fechar Menu