7 de abril: Dia Mundial da Saúde

7 de abril: Dia Mundial da Saúde

No dia 7 de abril de 1948, a Organização Mundial da Saúde (OMS) foi criada pela ONU. Desde então, a data também representa o dia Mundial da Saúde.

Muitas comemorações marcaram a data ao longo dos anos, mas os profissionais da área da saúde nunca estiveram tão em evidência quanto nos últimos dias. A pandemia do novo coronavírus mudou a rotina das pessoas, atrapalhou planos, e ficar em casa passou a ser a principal forma de prevenção da doença. Porém, os profissionais da saúde continuam deixando a segurança de suas casas todos os dias para trabalhar.

Além de médicos, enfermeiros e técnicos, os hospitais também precisam das áreas administrativas para funcionar. Em uma época de falta de fornecedores de equipamentos médicos e EPI’s (equipamentos de proteção individual), a gestão hospitalar segue na linha de frente da resolução dos problemas.

Administradores do mundo inteiro estão trabalhando duro para driblar os impasses e dificuldades financeiras que os hospitais estão tendo. É trabalho do Administrador atuar em áreas hospitalares, exercer atividades de recursos humanos, materiais e processos, sempre buscando qualidade e eficiência no atendimento. Para o Adm. Saulo Levindo Coelho, os Administradores estudam técnicas que os tornam qualificados para exercer a função dentro dos hospitais. “Nós, Administradores, temos vários princípios na formação que nos tornam os profissionais mais preparados para atuar em várias frentes, inclusive na Gestão Hospitalar”, afirma.

A gestão hospitalar contribui para o bom funcionamento de todos os setores em organizações públicas ou privadas que atuem na área da saúde. Podendo ser hospitais, clínicas, ambulatórios, consultórios e outras instituições​.  O Administrador deve utilizar técnicas de gestão e considerar as particularidades do setor da saúde. “Nossa vocação é cuidar de você!”, complementa o Adm. Marcos José de Vete Lima, diretor administrativo do Hospital Madre Teresa.

Mesmo com o cenário de dificuldades, o sentimento de esperança continua guiando o trabalho de todos que estão envolvidos no atendimento dos doentes. O diretor de novos negócios da Rede Mater Dei de Saúde, Adm. Luís Márcio Araújo Ramos, afirma que este período conturbado será um marco, mas que o otimismo é essencial. “Acredito que a crise pela qual atravessamos representará para todos os setores da economia global e, principalmente, para a saúde, um marco. As dificuldades pesam bastante, as muitas restrições do momento e os vitimados pelo Coronavírus mas, de tudo isso, surgirão oportunidades para repensarmos nossas práticas, modelos mentais, comportamentos e as formas de fazer negócios e de cuidar das pessoas. Precisamos acreditar na nossa capacidade de superar crises e sermos otimistas.”
Esse é um agradecimento do CRA-MG a você médico, técnico, enfermeiro, Administrador e outros profissionais de saúde por renunciarem da própria segurança para servir ao próximo. A todos os profissionais, nossa gratidão!​