A PNL – PROGRAMAÇÃO NEUROLINGUÍSTICA NA ADMINISTRAÇÃO E NA GESTÃO DE PESSOAS – Adm. Alexandre Peret

Dentre os recursos que movem o mundo empresarial, o mais importante de todos são as pessoas, independente da posição que ocupam nesse cenário, sejam elas clientes, sócios, acionistas, executivos, colaboradores, fornecedores ou a própria comunidade.

Em quaisquer dessas posições, as pessoas direta ou indiretamente são os agentes transformadores dos negócios. Os clientes determinam, os sócios e acionistas estabelecem rumos e ganhos, os executivos gerenciam, os colaboradores executam, os fornecedores participam e a comunidade vivencia.

A condução de cada parte desse conjunto requer capacidades especialistas dessas pessoas, envolvendo habilidades emocionais e técnicas para o alcance dos resultados desejados.

O sucesso das empresas está diretamente associado à maneira como seus agentes se relacionam e transformam seus negócios. É fundamental que as pessoas tenham equilíbrio, serenidade, capacidade, liberdade e motivação para promoverem ações saudáveis.

Uma potente ferramenta para ajudar na obtenção do sucesso e alcançar essa ordem nos campos físico, mental e energético é a PNL – Programação Neurolinguística, considerando que as pessoas somente conseguirão transformar negócios, produtivamente e com bons resultados, caso estejam bem resolvidas e em equilíbrio consigo mesmas.

Entendo que cada profissional, por lidar com pessoas o tempo todo, principalmente na Administração, precisa estar conectado com sua essência, ter clareza mental, bem como superar traumas, limitações e medos para conseguir as mudanças que o mundo corporativo demanda.

Nesse sentido a PNL é uma alternativa viável e interessante por trazer em seu bojo soluções ágeis para situações complexas.

Participei de pesquisas e cursos realizados na América Latina e encontros com renomados ícones da PNL nas cidades de Quito e Cuenca no Equador, onde estudamos conteúdos e avaliamos seus resultados junto àqueles que vivenciaram o Practitioner e outros cursos.

Fiquei impressionado com a satisfação geral e com a mudança que a PNL causou em suas vidas profissionais e sociais.

A neurociência tem ampliado as capacidades de aprendizagem e a velocidade de compreensão, beneficiando a sociedade de uma forma geral, pois disponibiliza meios e estratégias para as pessoas aprenderem melhor e de maneira mais fácil e ágil.

O cérebro humano é um recurso por meio do qual podemos nos programar para gerarmos melhores resultados e a PNL pode nos auxiliar a otimizar o seu uso.

Comparando analogicamente nosso cérebro com um computador, concluímos que ambos são programáveis. Assim como se programa um computador, instalando softwares para a execução de uma determinada tarefa, da mesma forma podemos programar nossas mentes para aumentar nossa capacidade de aprender mais rápido e com excelência, “instalando um programa no nosso cérebro” e fazendo-o funcionar a nosso favor. A PNL nos ajuda a fazer isso.

O primeiro passo para construir esse programa é iniciarmos o “pensar fora da caixa”, ou seja, sairmos de dentro de nós mesmos, do pensamento comum e nos enxergarmos de fora para dentro, sairmos de dentro do problema. Dizem que quem está de fora não vê melhor a situação?

Esse é o sentido para começarmos a trabalhar e desenvolver uma maneira mais fácil de aprender melhor, mais rápido e com mais eficiência.

Mas o que é então a PNL e como pode ser útil na Administração?

A PNL é uma ciência que pode ser aplicada a qualquer área do conhecimento humano, agrupando experiências da psicologia cognitiva, neurobiologia, trabalhos sobre o cérebro, linguística, semântica, física quântica, lógica, matemática, ensinamentos do pensamento oriental, dentre outros.

A PNL descreve como as pessoas se comunicam consigo mesmas e com os demais e como essa comunicação pode gerar excelência em um clima de tranquilidade.

A PNL nos ensina como ter uma referência sistemática em nossas vidas e ter controle de nossos estados e comportamentos em quaisquer circunstâncias: nossa conduta é o resultado de nosso estado de espírito.

A PNL tem por objetivo ajudar as pessoas a identificar e potencializar suas habilidades em suas áreas de atuação, por meio de técnicas práticas de uso do cérebro, assegurando resultados positivos em suas vidas pessoais e profissionais: na comunicação, na venda de ideias, na produtividade, no relacionamento com as pessoas, na administração de negócios e na condução da vida.

A pessoa aprende a estruturar o seu pensamento, usar seu cérebro para se comunicar com clareza, bem como praticar e transmitir bem o que sabe e o que pensa. Melhora a capacidade de escolha; aumenta a criatividade na solução de problemas; potencializa as competências cerebrais; aperfeiçoa a capacidade de comunicação; amplia o conhecimento do cérebro; aumenta o poder da resiliência cerebral; permite a medição dos resultados de forma concreta; amplia as estratégias do cérebro; aprende a conhecer e usar o cérebro com assertividade; alcança o equilíbrio interno.

No meio empresarial a PNL vai permitir o uso de estratégias efetivas e mais ágeis de aprendizado em uma convivência equilibrada, com resultados positivos na evolução individual e corporativa.

O impacto da PNL na Gestão de Pessoas é sintomático, na medida em que a Administração permite que seus valores sejam desenvolvidos e aprimorados, com conscientização e motivação, ampliando possibilidades e alternativas em todos os níveis corporativos, embora a liderança apareça em seu cardápio com grande demanda.

No nível estratégico, a liderança é introduzida com foco nas participações de apoio ao cumprimento de missões. No nível tático e no operacional, as aptidões e sentido de pertença são desenvolvidos com olhar atento na qualidade das execuções e alcance das metas.

O investimento da Administração em treinamento e desenvolvimento de agentes transformadores, dentro dos princípios e valores da PNL, gerando equilíbrio, harmonia, felicidade e paz na Gestão de Pessoas, certamente alavancará negócios e encurtará a distância para o sucesso.

* Adm. Alexandre Péret é Diretor Executivo da empresa PLANEJAR, Coordenador do GET Gestão de Pessoas (Grupo de Estudos de RH) do Conselho Regional de Administração CRA-MG. Atua há mais de vinte anos como Administrador de Empresas, com ampla experiência em cargos executivos de empresas nacionais e multinacionais nas diversas especialidades da Administração, tendo atuado também como Professor Universitário. 

Deixe uma resposta

Fechar Menu