Grupo atuará na retomada da economia em Minas Gerais

Grupo atuará na retomada da economia em Minas Gerais

Convidado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais – Diretoria de Projetos de Desenvolvimento Local, o CRA-MG – Conselho Regional de Administração de Minas Gerais se tornou membro do NGAPL – Núcleo Gestor dos Arranjos Produtivos Locais. O Núcleo surge a partir da proposta de um novo modelo para as políticas e ações nos Arranjos Produtivos Locais, reformulando o Decreto relativo a estes, a fim de potencializar as oportunidades para o crescimento econômico de Minas Gerais, principalmente no momento de retomada da economia após a pandemia de Covid-19.

A intenção é estimular o desenvolvimento regional com efetividade, de acordo com as necessidades específicas de cada um dos 49 APL formalmente reconhecidos no estado. O Núcleo promoverá a integração entre os órgãos e entidades estaduais, fundamental para o sucesso de um ambiente de cooperação no estado, com o propósito de aumentar a prosperidade da sociedade e desenvolvimento dos APL.

Único conselho profissional convidado a participar do Núcleo Gestor dos Arranjos Produtivos Locais, o CRA-MG acredita que sua participação vai ao encontro da missão institucional do Sistema CFA/CRAs que é a difusão da ciência e práticas da administração, além de poder mostrar a importância do profissional de Administração no momento pós-pandemia.

Foram nomeados para representar o Conselho, a chefe de gabinete, Adm. Ana Rita Vieira Flores, o assessor jurídico, Adv. Abel Chaves Júnior, e a assessora de Auditoria e Compliance, Adm. Eliane de Sousa Carvalho.

O que são Arranjos Produtivos Locais – APL: Considera-se Arranjo Produtivo Local – APL as aglomerações de empresas e empreendimentos, localizados em um mesmo território, que apresentam especialização produtiva, algum tipo de governança e mantêm vínculos de articulação, interação, cooperação e aprendizagem entre si e com outros atores locais, tais como: governo, associações empresariais, instituições de crédito, ensino e pesquisa.

Fonte: GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO