PEC 108 pode gerar anarquia social, diz Mauro Kreuz

PEC 108 pode gerar anarquia social, diz Mauro Kreuz

A fim de discutir e esclarecer tramitações da PEC/108, os representantes dos Conselhos e Ordens Profissionais de Minas Gerais (COP-MG) se reuniram na sede do CREA-MG, hoje, dia 02 de março.

Na oportunidade, foi formada uma mesa de debate com o Presidente do Conselho Regional de Administração (CRA-MG), Adm. Jehu Pinto de Aguilar Filho, o Presidente do Conselho Federal de Administração (CFA) e Presidente do Fórum dos Conselhos Federais das Profissões Regulamentadas (“Conselhão”), Adm. Mauro Kreuz, os Deputados Estaduais, Dalmo Ribeiro e Ana Paula Siqueira, o Presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Minas Gerais (CREA-MG), Eng. Mec. Edílio Ramos Veloso e o Vice-Prefeito de Belo Horizonte, Paulo Lamac.

Após uma breve fala de cada um dos presentes à mesa, o Presidente do CFA, Adm. Mauro Kreuz, comandou a discussão a respeito da Proposta de Emenda à Constituição n°108. O Presidente saiu animado da reunião e ressaltou o ótimo trabalho que vem sendo feito em Belo Horizonte. “Todas as articulações com os Deputados Estaduais e com os Conselhos Profissionais me trouxeram novas esperanças para vencer a luta contra a PEC 108”.

Para Mauro, a falta dos Conselhos Profissionais na sociedade gerará uma espécie de anarquia social. “Não da pra imaginar o Brasil sem os Conselhos Profissionais, pois estes mesmos Conselhos devem proteger a sociedade dos maus profissionais e abrir mão disso seria bastante danoso para a sociedade”, expressou o presidente.

Os Deputados Estaduais, Dalmo Ribeiro e Ana Paula Siqueira, estarão no dia 4 de março, em Brasília, para conversar com o relator da PEC 108, a fim de levar as ponderações feitas pelos Conselhos de Minas Gerais, ressaltando os danos que a PEC pode trazer à sociedade brasileira.

Fechar Menu