Webinar deu dicas valiosas sobre como conseguir emprego usando o LinkedIn

Webinar deu dicas valiosas sobre como conseguir emprego usando o LinkedIn

O Conselho Regional de Administração de Minas Gerais, no dia 28/04, promoveu o Webinar – Como conseguir emprego em meio à pandemia usando o LinkedIn. O evento aconteceu no canal do Conselho no YouTube (acesse clicando aqui) e foi mediado pelo Adm. Alexandre Péret (Coordenador do Grupo de Gestão de Pessoas – GTGP do CRA-MG). 

Além do Coordenador, duas convidadas completaram o webinar: A Adm. Monique Rodrigues (pós-graduada em neuroeducação, especialista em Gestão Comportamental e Empregabilidade e  membro do Grupo Temático de Gestão de Pessoas – GTGP do CRA-MG) e Renata Felix (Especialista em Recursos Humanos, Recolocação e Consultoria de Carreira).

O intuito do seminário foi apresentar, aos profissionais e estudantes, as melhores dicas para usar de maneira assertiva o aplicativo, mostrando os comportamentos adequados para o uso do app.

O início

Renata Felix, que começou a usar a plataforma em 2011, disse que o início do aplicativo no Brasil foi bem difícil, pois não havia profissionais no app. Para ela, o cenário atualmente é bem diferente do início, mas salientou que, ainda hoje, muitas pessoas desconhecem o real potencial da rede. “Eu vejo que as pessoas sabem o que é, de certa forma, criam uma conta e a deixam lá, como se fosse um perfil fantasma.” A especialista em Recursos Humanos ainda falou sobre a importância da disponibilidade dentro das redes sociais. “As pessoas entendem que é uma rede profissional, mas não sabem como tirar o melhor da ferramenta.”

Para Monique Rodrigues, o app está em uma espécie de “equilíbrio”, reconhecendo que existe um bom número de usuários, porém com baixa exposição, entendendo que os usuários têm medo dessa divulgação. “Dá para perceber que as pessoas criam o perfil por criar. Criam e deixam abandonado. Não utilizam o que ela tem de bom, de maneira correta.”

Modo de utilização do LinkedIn

Renata entende que o LinkedIn tem duas formas de utilização, uma mais passiva e outra mais ativa. Ela exemplificou o uso passivo com um trabalhador, que já possui um emprego, porém quer entrar na plataforma, pois quer ser visto e quer saber a respeito da sua empregabilidade. O usuário ativo é aquele que sabe usar a estratégia ao seu favor e não vê a rede como “mais uma mídia social”, ele a utiliza para se beneficiar e entende suas funções e sabe como usá-las em determinadas situações.

Explicando o LinkedIn Premium

(mudar o início, está tudo como fulana disse…) Renata disse que é falso quando as pessoas falam que apenas usuários que pagam o app são selecionados pelos recrutadores. “Ele indica o perfil independente da pessoa pagar ou não”, salientou. Ela afirma que a versão paga tem mais funcionalidades, mas lembra que a rede social não categoriza os usuários nesse sentido, e sim, busca uma forma para que todos tenham acesso aos serviços básicos, como ser encontrado ou concorrer a uma vaga. Para ela, o diferencial da versão paga são os insights, que são necessários para entender o seu perfil e qual o tipo de pessoa você atrai com ele.

Para Monique, o necessário é ter informações, não só em quantidade como em qualidade, principalmente para os usuários que não pagam o app.

Explicando os tais “robôs”

“Robô é um apelido carinhoso que eu dei para chamar a inteligência artificial por trás da rede”, disse Renata. No Brasil, temos mais de 40 milhões de usuários, que são categorizados em dados, de forma estratégica, para “aparecer” no perfil  dos usuários e recrutadores. “A pessoa que tem o perfil completo, será privilegiada pela inteligência artificial.”

O segredo do sucesso

Renata acredita, que para ter um perfil campeão, o importante é ter um perfil completo, com foco e com estratégia, seguindo uma linha de coerência e, a partir daí, focar na área de relacionamento, seguindo as empresas de interesse e conectando-se a outras pessoas. “Desenvolva artigos, compartilhe informações, utilize o LinkedIn Stories (recurso novo) e lembre-se de focar em como ajudar os profissionais e em como trabalhar a imagem profissional”, disse a especialista em Recursos Humanos.

Já Monique acredita que a ação prioritária é a identificação do objetivo para o próximo passo na sua carreira. “Quando você define, exatamente, o seu objetivo e configura o LinkedIn para conseguir esse emprego, você começa a descobrir para onde está caminhando. Olhe para o que você postou na rede e descubra a história que está contando. É extremamente importante ter isso em mente, pois os recrutadores têm ”, disse a especialista em Gestão Comportamental.

Renata explicou que um dos valores do aplicativo é a não discriminação. “O LinkedIn te pede a data do aniversário mas sem o ano do nascimento. Ele não permite que o recrutador veja a idade. Ele consegue ver a trajetória profissional, pela bagagem e pela maturidade”, expressou.

Por fim… 

Durante o webinar, os debatedores deixaram claro que o LinkedIn é uma excelente forma de procurar e achar o próximo emprego. É uma rede social especializada nessa busca, que visa a adequação e o fortalecimento, de forma atraente e dinâmica, do perfil do trabalhador.

O webinar fez parte de um projeto de empregabilidade do Grupo de Gestão de Pessoas do CRA-MG e, que no dia 06/05, dará continuidade com o Webinar – Habilidades vitais para conquistar emprego mesmo nesta pandemia. Clique aqui e confira!