Vivência prática durante a maratona foi destacada por participantes

Vivência prática durante a maratona foi destacada por participantes

Em comemoração aos 55 anos da profissão de Administração, o Conselho Regional de Administração de Minas Gerais – CRA-MG realizou, no último mês, o “Hackathon 2020 – Inovação na Gestão das Organizações”, entre as instituições de ensino dos cursos de Administração. Doze equipes participaram do processo que visava à demonstração de uma solução para os desafios apresentados por três empresas privadas (Cacau Show, Brasileirinho e Letish) e por uma autarquia pública (o próprio CRA-MG).

Assim como a ideia original de hackathon, desenvolvido geralmente, por empresas de tecnologia, a maratona do CRA-MG aconteceu de forma dinâmica, proporcionando 15 dias para que as equipes apresentassem a solução aos desafiantes, resultando em três times vencedores, que receberam o prêmio em dinheiro de R$4 mil, R$3 mil e R$1 mil para o primeiro, segundo e terceiro lugares respectivamente. Orientadora da equipe vencedora, “A Vacina!!!!”, da Faculdade Promove, a professora Ana Cristina de Carvalho relatou o desafio em trabalhar com tão pouco tempo “Como a maior parte dos alunos trabalha e estuda, foi necessário muito esforço para compatibilizar os horários. Queríamos, desde o início, apresentar um trabalho bem completo, necessitamos realizar pesquisa, levantar propostas e informações com prestadores de serviço em um tempo recorde”.

Aliando a proposta às novas diretrizes curriculares nacionais para os cursos de Administração, que prevê práticas profissionais obrigatórias, o hackathon conseguiu levar aos estudantes, a experiência prática de atender a um cliente, o que foi percebido pela líder da equipe que ganhou o terceiro lugar, “Expertise Solution”, da Faculdade Pitágoras Betim, Elaine Santos: “Vimos uma grande oportunidade de colocar em prática  conteúdos aprendidos no decorrer do curso, fazer uma autoavaliação de tudo aquilo que aprendemos, além de estarmos nos relacionando diretamente com o Conselho Regional de Administração, o que, com toda certeza, seria um reconhecimento importantíssimo para o estudante de Administração, agregando bastante conhecimento”.

Proprietária da empresa para a qual a equipe ganhadora apresentou a solução ao desafio, Letish Sorvetes Artesanais, Letícia Carvalho diz que se sentiu segura em compartilhar as informações da empresa com os participantes, por todo o respaldo que o CRA-MG forneceu, e ressaltou que colocará em ação algumas das propostas. “Eu gostei muito das soluções apresentadas pelas equipes, os trabalhos de uma forma geral vão ajudar muito na nossa nova fase da Letish. Estamos já nos planejando para implementar muitas das soluções apresentadas”. Da mesma forma, está fazendo o proprietário da franquia da Cacau Show que também participou da maratona, Rogério Vidigal, que informou, durante a reunião em que os ganhadores receberam o prêmio (assista aqui), que já está implantando as soluções demonstradas no hackathon.

O desenvolvimento das ideias por parte dos empresários mostra a importância da utilização de metodologias ativas por parte das instituições de ensino, o que já vinha sendo praticado pelo professor Hélio Camargos Neto, orientador da equipe ganhadora do terceiro lugar. De acordo com o professor, o desenvolvimento de trabalhos em que os alunos realizam análise e propõem soluções para organizações já é realidade em sua disciplina e que “a participação de futuros Administradores em eventos como esse é de suma importância para colocar em prática o aprendizado teórico e ainda valorizar as ações do conselho que desempenha trabalhos tão importantes”. Para Abel Reis, líder da equipe pAnDêMicos, da Faminas BH, segunda colocada, a experiência foi tão positiva, que já está de olho em uma segunda edição, já que além do prêmio, ele ainda levou para a vida, grandes aprendizados: “O maior ensinamento que posso tirar da maratona é o de que nós estudantes temos que ser firmes e manter foco nos estudos, pois sempre pode surgir uma oportunidade de demonstrarmos nossas habilidades, e para isso é preciso estar preparado. Precisamos trabalhar nossa criatividade e colocá-la em prática,  pois ela pode ser a razão do nosso sucesso”, concluiu.

Se você perdeu a apresentação das equipes participantes, clique aqui e assista.