Evento ressaltou a importância do trabalho do Perito

Evento ressaltou a importância do trabalho do Perito

Na última terça-feira, dia 15 de junho, o CRA-MG apresentou o Webinar “A contribuição do Trabalho do Perito para subsidiar o Magistrado em suas decisões”. No evento, o Excelentíssimo Ex-Juiz , Advogado e Professor Dr. Livinghston José Machado debateu a respeito da importância das atividades desempenhadas pelo Perito Administrador. Falou também sobre suas experiências, em um debate com o Adm. Vuotto, discutindo e apresentando situações existentes no mercado de trabalho.

Os palestrantes afirmaram que durante a época da pandemia, onde vários postos de trabalhos foram fechados e vários empregos foram perdidos, muito se fala do Administrador estar buscando outros campos de atuação, sendo o campo de Perícia , sem sombra de dúvidas, uma  área de imensas oportunidades, muito séria. A preocupação dos profissionais  se encontra na consolidação da forma de atuação e das oportunidades na mesma. Afirmaram também que vários webinares, durante esse período de isolamento, estão contribuindo para a capacitação e aumento de interesse por profissionais da Administração na perícia.

O Adm. Vuotto reforçou que o estudante de Administração só irá conhecer o campo da perícia fora da universidade, pois não há aulas sobre o tema na grade curricular. Logo surge o questionamento: um Administrador realmente pode trabalhar no campo da perícia?

Vuotto enfatiza que sim.  Várias áreas da Administração, Economia e Ciências Contábeis são compartilhadas, podem atuar tanto o Administrador quanto o Economista e o Contador, sem impedimentos.

Um ponto interessante de se ressaltar é que o código de processo civil prevê no Artigo 156 que, quando um Juiz precisar, ele será assistido por um profissional especializado em matérias que não englobam o campo do direito.  Por este ponto de vista, a figura do perito cabe a um desses profissionais especializados, com formação prévia na área, que irá ajudar o magistrado no seu processo decisório. Esse profissional irá atuar na sua própria área, sem invasão de competências, auxiliando o magistrado num momento de necessidade.

Ele também ressalta que o trabalho do perito judicial corresponde a um chamamento da Justiça para dar pareceres técnicos em processos judiciais, em que podem estar envolvidos pessoas físicas, jurídicas e órgãos públicos. Esse profissional tem a responsabili­dade de emitir exames,laudos e avaliações técnicas de procedimentos como re­gistro de empregados, cartão de ponto, recibo de pagamento, impostos, financiamentos, 

empréstimos e outros assuntos que ca­racterizam procedimentos administrativos.

Ficou interessado no assunto e quer conferir mais? Clique AQUI para assistir o evento na íntegra em nosso canal no YouTube.