You are currently viewing Palestras trazem experiências do Amapá, Viçosa, São Paulo e Rio Grande do Sul

Palestras trazem experiências do Amapá, Viçosa, São Paulo e Rio Grande do Sul

O II Fórum de Gestão Pública – Fogesp já está chegando! Nos dias 04 a 06 de maio, vamos conhecer, debater, apresentar e construir conhecimento sobre os desafios da inovação e disruptividade na gestão pública. E para já irmos sentindo o gostinho deste vasto conteúdo, vamos antecipar o que será abordado em algumas palestras do evento.

Transformação Digital e Inovação

O vice-governador do Amapá, Jaime Nunes, e o secretário de Estado da Ciência e Tecnologia do estado, Rafael Pontes, serão os primeiros palestrantes do dia 05, às 08h. Os palestrantes irão abordar o tema “Transformação Digital e Inovação na Gestão Pública”, focando nas estratégias digitais que tornam o Governo mais ágil, com melhora na qualidade do serviço público prestado, alcançando as demandas da população de forma rápida, transparente e eficaz, bem como na economicidade de recursos públicos e na otimização da gestão de processos, tópicos de domínio dos palestrantes convidados por sua experiência bem-sucedida no estado do Amapá.

I-labs

Já o professor da Universidade Federal de Viçosa (UFV), Adm. Magnus Emmendoerfer, promete responder às seguintes perguntas na sua palestra Laboratórios de Inovação como Espaço de Trabalho para Profissionais de Administração Pública”:

  • O que são e o que fazem os laboratórios de inovação (i-Labs) no setor público?
  • Quais os principais tipos?
  • Qual a utilidade dos i-Labs?
  • Onde os i-Labs estão?
  • Como os Profissionais de Administração podem atuar e contribuir em i-Labs?

A palestra acontece na sala A, às 09h do último dia de evento, 06 de maio.

Governança

A Governança, termo que vem sendo bastante utilizado ao abordar as boas práticas da gestão pública, não poderia ficar de fora, e o procurador-geral do CORE-SP – Conselho Regional dos Representantes Comerciais no Estado de São Paulo, Paulo Porto, abordará o assunto na sala B, do horário de 10h10, no segundo dia de evento, 05 de maio.

O procurador-geral entende que para atender as demandas sociais, é fundamental fortalecer os mecanismos de governança como forma de reduzir o distanciamento entre Administração Pública e sociedade e que “a sociedade, por sua vez, deve exercer seu papel de principal interessada nos resultados da Administração Pública e demandar dela novas estruturas de governança que possibilitem o desempenho de funções de avaliação, direcionamento e monitoramento de ações”, conclui.

Modernização e Equilíbrio Financeiro

O governador mais jovem do Brasil, Eduardo Leite, do Rio Grande do Sul, defende a abertura do Estado para a iniciativa privada e alterações nas carreiras do funcionalismo público para a modernização e o equilíbrio financeiro das contas públicas. Ao longo dos primeiros dois anos de mandato, promoveu uma série de reformas estruturais para conter o déficit das contas públicas do RS, e mostrará o case durante a palestra de encerramento do segundo dia de evento, 05 de maio, às 11h20.

Quer ficar por dentro de tudo o que vai acontecer no Fogesp? Acompanhe nossos meios de comunicação e acesse a programação completa aqui.